quinta-feira, fevereiro 15, 2007

PALAVRAS POR TRÁS DOS CORAÇÕES.

Este texto foi escrito para ser publicado no programa oferecido ao público quando das apresentações 2006 - 2007 de O Glorioso Auto do Nascimento do Cristo-Rei. Reflete um momento por que passava a Companhia Teatral Nós Outros e minha própria visão do teatro.
Estejam comigo neste devaneio.
Evoé!!!


O Bem e o Mal. Água e azeite. A Luz e a Escuridão.
Tão diametralmente separados quanto irremediavelmente reunidos, pois é exatamente a antítese de um que faz a possibilidade do outro.

O Glorioso Auto do Nascimento do Cristo-Rei vem falar destes contrastes e mostrar que nem mesmo na letra, na ribalta, existe quem caminhe sobre a Terra que abrace um estado (conceito, dogma...) em detrimento total do outro. Que cedemos às obrigações, mas pesamos valores; tomamos decisões movidos pelo incontrolável desejo de sermos felizes e, portanto, acreditamos estar fazendo nosso melhor. E muitas vezes estamos!

Para dar vida a esses personagens míticos como íntimos, nós, atores. Perfectíveis como eles, pela nossa humanidade. Arrogantes e vaidosos como apenas nós sabemos ser! Num processo lento que só funciona se dermos nossas mãos suadas, construímos este espetáculo na esperança de alcançarmos vosso coração e entendimento, forrando com nossa história as personalidades que representamos, usando a música e a dança como indutores das nossas sensações, materializando e metamorfoseando o que antes estava apenas no plano das idéias.

Enfim curvamos nossas cabeças ao vosso aplauso, pois não há quem melhor nos julgue do que vós.
Porque no Teatro, como na Vida, como em Tudo, o joio cresce estreitamente abraçado ao trigo!!!

Um comentário:

Luciane Fiuza de Mello disse...

Você traduziu bem a alma do artista, Hudson. O texto mostra os dilema de todos, artistas ou não. A vaidade, por exemplo, é tentadora para quem está em cima de um palco. Da mesma forma, ela tenta enfeitiçar quem está no poder. Acredito na grandeza da arte na sublimação de todas essas vicissitudes.
Valeu pela indicação do meu blog no post anterior. Encaminhei (em mãos), semana passada, os textos dos blogueiros que participaram da campanha para o secretário de Cultura, Edilson Moura, como contribuição dos blogueiros para a melhoria do estado de nossa cultura.
Um abraço!
Luciane.